quinta-feira, 11 de março de 2010

África do Sul 2010 - Como deverá ser

Já tinha na cabeça um post sobre a convocatória final do Queiroz para o Mundial, mas estava a planeá-lo lá mais para a frente, já que, afinal de contas, ainda faltam dois meses para a coisa, e qualquer consideração, neste momento, corre o risco de se assumir como prematura. Ainda assim, sem querer dizer, para já, se seriam ou não as minhas escolhas (e, em vários casos, não seriam), facto é que me parece que qualquer coisa como 21 dos 23 convocados (partindo do princípio que o Pepe, o Deco e o Danny recuperam a tempo), já estão perfeitamente garantidos na convocatória final. Assim, vale a pena teorizar sobre os eventuais lugares em aberto:

---------------------------------Eduardo
----------------------------------Patrício
----------------------------------Hilário

Miguel-----------------Pepe--------------R. Carvalho-------------Duda
Paulo Ferreira-------Bruno Alves-----------Rolando----------------?

--------------------------------Pedro Mendes
--------------------------------------?
-------------------Deco----------------------------Meireles
------------------Moutinho--------------------------Tiago

Ronaldo----------------------------------------------------------Simão
Danny-------------------------------------------------------------Nani
---------------------------------Liedson
-------------------------------Hugo Almeida
-------------------------------------?

Acredito que será de entre os 3 lugares identificados, que saírão os 2 jogadores em falta, podendo considerar, como mais provável, que os lugares de defesa-esquerdo e de trinco se fundem num lugar em luta, ao passo que deverá haver uma vaga para o ataque. Para esses dois lugares, acho que estamos, hoje, na presença, de um conjunto de 5 candidatos: César Peixoto, Veloso e Tonel, atrás, e Varela e Edinho, à frente. Qualquer discussão sobre nomes como o Quim, o Carriço, o Micael, o Assis ou o Makukula é perfeitamente estéril, dado que, só se acontecer algo de inesperado (e arriscaria, mesmo, que só lesões graves), é que o seleccionador abrirá alguma excepção.

Atrás, parece-me que é o César Peixoto, apesar de tudo, quem parte à frente. Sobretudo porque, como já é mais do que óbvio, o Queiroz não gosta do Veloso, e depois porque está a pensar no Pepe para trinco, e não haveria utilidade, de facto, para um 3º trinco. Por último, porque a posição de lateral pode ser muito importante para um eventual losango, e o Paulo Ferreira, cumprindo no lugar, não consegue ser, naturalmente, acutilante (além de que nem canhoto é). Tonel, será, do trio, a opção menos útil, mas já mostrou ser da confiança do Queiroz e, com o Pepe apontado a trinco, seria alguém para fechar o quadro de centrais. Finalmente, o Veloso (que, curiosamente, poderia cumprir, no papel, qualquer um dos lugares aqui em jogo, ou seja, trinco, defesa-esquerdo e central) só me parece que seja convocado se mantiver o nível altíssimo que tem apresentado, até ao último minuto do campeonato, (com a opinião pública, nessas circunstâncias, a vergar o seleccionador), ou se o Queiroz se convencer de que o Pepe tem é de jogar a central. Existe, ainda, a possibilidade, menos provável, do Queiroz convocar 2 destes 3, esquecendo a vaga do ataque.

Se, pelo contrário, convocar alguém para aí, a opção mais provável é o Edinho. Mesmo que Queiroz se lançasse de cabeça na preparação do losango, e libertasse de vez o Ronaldo para ponta-de-lança, deixariam, ao mesmo tempo, de ser necessários 4 extremos, com o Simão, o Nani e o Danny a serem mais do que suficientes para ocupar a ala ofensiva do losango. O Varela só será convocável caso o Danny não recupere, ou caso o Queiroz não o considere em condições (improvável, porque já voltou a jogar e porque foi, desde o início, uma aposta pessoal do seleccionador). Com o Makukula e o Nuno Gomes completamente afastados das opções, só sobra, pois, o Edinho.

Nestes eventuais 23, devo dizer que só concordo com 16 nomes, mas sobre isso farei outro post, dentro em breve. Para já, objectivamente, sobre os lugares em falta, convocaria o César Peixoto e o Veloso, e não uma 7ª opção de ataque. Se a Selecção jogar em 4-3-3, o Liedson não precisa de dois suplentes, tal como, se a opção for o losango, será o Ronaldo a fazer dupla com o 31 do Sporting, remetendo o Edinho para a condição hipotética e desnecessária de 4ª solução de ataque. Acho que, em caso de dúvida, opções de ataque são mais valiosas que outras, mas não vejo o Edinho, simplesmente, como uma solução confiável, ou com um mínimo de peso. Daí que optasse, primeiro, por um garante das nossas alas, com o Peixoto (e porque tenho uma esperança tremenda que o Queiroz não tenha medo de usar o losango) e, depois, por levar, apesar de tudo, aquele que será, hoje, o melhor médio defensivo português, o Veloso.

Espero, ao menos, que o Queiroz escolha bem, onde tem dúvidas.

3 comentários:

Anónimo disse...

Aqui está um belo exemplo de um post que ninguém lerá Paulito. Eu, por exemplo, fiquei cansada só de andar com o cursor para baixo, o que não faria se tivesse lido.

Enfim, vai fazer flores lindas para AM. Agradecida.

Susana # 10

Paulo Pereira disse...

Pára lá com isso Susana. Aposto que estás neste momento a reflectir sobre a problemática do 4-3-3 ou do 4-4-2 losango, e sobre as implicações que isso poderá ter no nosso jogo de laterais. Apanhei-te...

Ah e o #10 é o número do Bruno no Marítimo. For your consideration hehehe

Zé-do-Telhado disse...

Coentrão era uma mais valia, tá a ser melhor e mais consistente que o Peixoto na posição de lateral, e agora que já não há Varela pra ninguém, é urgente ter quem saiba levar jogo para a frente sem comprometer nas recuperações. Eu levava-o.